Sobre o violino:

O nome violino vem do latim vitula, que significa instrumento de cordas, ele possui 4 cordas e é da família da viola, o violoncelo e o contrabaixo. Sua origem vem de instrumentos trazidos do Império Bizantino na Europa. Os primeiros violinos foram criados na Itália no fim do século XVI , evoluindo de antecessores .Toda a invenção do violino foi conduzida pelas raízes do instrumento milenar chines erhu, as raízes deste instrumento foram os instrumentos de cordas friccionados por arco, mais antigos já descobertos.

Estrutura física do violino:

Cravelhas: São as peças de madeira quatro, uma para cada corda, onde se encaixam as cordas, e são usadas para afinar o instrumento.
Braço: É a peça onde é apoiado o espelho, o qual serve de apoio para as cordas quando o violinista produz as notas que serão tocadas.
Cordas: São os elementos que produzem as vibrações amplificadas pelo corpo do instrumento.
Aberturas Acústicas: São as aberturas que permitem aos sons, amplificados pelo instrumento, atingir o espaço externo e assim os nossos ouvidos.
Cavalete: É a peça na qual se apoiam as 4 cordas distendidas.
Micro afinador: É um pequeno acessório metálico que se prende no estandarte, no furo correspondente às cordas. Possui um parafuso que ao girá-lo e permite a afinação com precisão da corda.
Queixeira: É a peça anatômica que serve para o violinista acomodar de maneira mais confortável o violino ao queixo.