Origem do cavaquinho:

O cavaquinho e um dos instrumentos mais populares do Brasil, geralmente utilizados em rodas de samba, carnaval e etc… Por mais incrível que parece o cavaquinho não tem como origem o Brasil e sim Portugal, e fez grande parte da cultura da cidade de Braga, e se espalhou por Madeira, Havaí, cabo verde e claro, o Brasil.

Estrutura física do cavaquinho:

Cavalete: Esta é a parte onde fica fixada a cobertura onde as cordas ficam presas. Nesse local também fica o rastilho.
Rastilho: Fixada no cavalete, é responsável pela tensão e altura das cordas.
Boca: É a abertura responsável pela emissão do som.
Pestana: A distância medida entre a mesma e o rastilho, é a que dá o equilíbrio a afinação.
Braço: É onde os acordes e notas musicais são digitadas no instrumento.
Mosaico: Decora o cavaco e reforça as bordas da boca.
Cabeça ou mão: Nela estão todas as tarraxas.
Tarraxas: Controla as tensões das cordas, para sua afinação.

Cavaquinho no Brasil:

Desde da época colonial o cavaquinho já era um dos instrumentos mais utilizados, e formou uma ótima dupla com o pandeiro. Em 1910 o cavaquinho já era indispensável nos desfiles das escolas de samba, sendo assim a marca principal dos sambista e pagodeiros. Entre os cavaquistas brasileiros que fizeram sucesso está Nelson Cavaquinho, Waldir Azevedo e Canhoto, entre outros grandes nomes que fizeram a história da música com o cavaco.